O QUE O EMPRESÁRIO GANHA COM A REFORMA TRABALHISTA? Banco de Horas

Outro ponto interessante da Reforma Trabalhista é a modificação das regras concernentes ao “banco de horas”.

Na regra atual, a implantação do sistema de “banco de horas” somente pode ser realizada com a participação de sindicatos e mediante Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho.

O empregado tem o período máximo de um ano para tirar as folgas. Com a Reforma Trabalhista, fica mantido o “banco de horas” de um ano, feito através de norma coletiva, no entanto, as empresas poderão implantar o “banco de horas” diretamente com os empregados, por meio de acordo individual escrito. Neste caso, o prazo máximo para que o empregado tire as folgas é de seis meses.

Desta forma, a novai lei ampliará a adesão das empresas ao banco de horas, gerando economia no pagamento de horas extras.

Leave a comment